CAPITAL PAULISTA SEM FÓRMULA UM, PARADA GAY, RÉVEILLON E CARNAVAL

Definitivamente, São Paulo sem F1, réveillon, carnaval e parada gay,  impactados pela pandemia. Portanto, após o cancelamento do Réveillon na Paulista, o prefeito Bruno Covas anunciou o adiamento do Carnaval 2021. Além disso, para completar o cenário, a Fórmula 1 não fará mais o Grande Prêmio do Brasil em Interlagos. Em coletiva de imprensa, Covas anunciou o adiamento da maior festa popular do país devido à pandemia.

Diante disso, e sem data definida, a Liga das Escolas de Samba sugeriu que a comemoração passe para maio ou início de julho. A saber, um dos maiores do país, o Carnaval de São Paulo bateu recorde de público e número de blocos em 2020: foram mais de 15 milhões de foliões nas ruas e 600 blocos. A prefeitura gastou R$ 36,6 milhões com retorno financeiro de R$ 2,3 bilhões. Nessa época o Governador Dória já sabia da existência do Covid e nada fez. Deu no que deu. A Parada do Orgulho LGBTQIA+, marcada para 29 de novembro após ser adiada em junho, foi cancelada também por causa da pandemia.

Jefferson Jornalista <colunaonline@gmail.com>

Fotos: Beto Issa e São  Paulo Turis- Divulgação.

Compartilhe!!

Jandir Lautert

Editor Chefe Especialista em reconhecimento pessoal e empresarial, no Sul do país e Mercosul, em eventos sociais e empresariais e premiações importantes SÌMBOLO produções

error: Content is protected !!